Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 16ª Edição

Case: BRASIL GAME SHOW
Candidato: Brasil Game Show
Cliente: Brasil Game Show
Segmento: Eventos
Estado: SP
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos

BRASIL GAME SHOW - A MAIOR FEIRA DE GAMES DA AMÉRICA LATINA

Realizada pela primeira vez em 2009 na capital carioca como Rio Game Show, a Brasil Game Show (BGS) sagrou-se a maior feira de games da América Latina e está a caminho de sua 10ª edição. O evento reúne as principais empresas do setor, que apresentam as novidades do mercado de PC, console, mobile, realidade virtual (VR), card games e jogos de tabuleiro. Além disso, na BGS os visitantes podem conferir alguns dos maiores lançamentos em jogos, ou seja, games que ainda nem foram lançados no mercado e que podem ser conferidos e testados no evento. A feira conta ainda com diversos campeonatos, inclusive de e-Sports - esportes eletrônicos, com grandes premiações. Desta forma, a Brasil Game Show é um evento referencia no segmento e oferece conteúdo para diversos gostos. Mais uma grande atração e que destaca a BGS no cenário é a presença de celebridades do mundo dos games, que participam do evento e interagem, autografam e tiram fotos com os fãs. Esta é, muitas vezes, uma oportunidade única para os visitantes ficarem cara a cara com seus ídolos, sejam eles produtores de franquias consagradas mundialmente, jogadores renomados ou influenciadores de sucesso.

Dentre as atrações da BGS, destacam-se: A Cosplay Zone, voltada aos cosplayers amadores e profissionais , a Arena Arcade com seus fliperamas, a Evolução do Videogame que é o acervo pessoal do criador da feira, Marcelo Tavares, fazendo os visitantes conhecerem a história dos videogames, o Meet&Greet para que os fãs possam conhecer seus ídolos e a área Indie Meeting, voltada aos desenvolvedores do país.

A Brasil Game Show acontece uma vez ao ano e é o maior evento de games da América latina, reunindo as principais marcas do mercado e mostrando os principais lançamentos do ano e jogos ainda não lançados, para que os visitantes possam testar. A BGS é um dos principais eventos de games do mundo, em importância.

A BGS 2016 aconteceu nos dias 02, 03, 04 e 05 de setembro, no São Paulo Expo, na cidade de São Paulo-SP. O primeiro dia do evento foi reservado para imprensa, convidados e compradores do passaporte Premium. No total, o evento recebeu mais de 300.000 visitantes.

Vídeo


Ao longo das nove edições realizadas, além de reunir as principais empresas do segmento, a Brasil Game Show se destaca também por apresentar as principais novidades do mercado de games para todas as plataformas: PC, console, mobile, realidade virtual (VR), card games e jogos de tabuleiro. Grande parte do conteúdo apresentado na feira ainda nem foi lançado no mercado, mas o público tem a oportunidade de conferir durante a BGS.

Na Brasil Game Show é possível imergir no mundo dos videogames, literalmente. Viver experiências e sentir-se dentro do jogo através de cenários e personagens é algo comum no evento, já que diversos cosplayers caminham pela feira com trajes de personagens famosos do mundo dos games e os estandes são estruturas grandiosas com esta temática.

Entre os destaques da BGS, estão lançamentos, campeonatos, personalidades do mundo dos games, cosplayers, além de muita interação e fechamento de novos negócios na área business.

Principais empresas do mundo dos games

A BGS reúne as principais empresas do segmento de games, que expõem seus produtos e apresentam diversas novidades para os visitantes.

Lançamentos

A Brasil Game Show, como maior feira de games da América Latina e referência no segmento, é o local escolhido para a realização de mais de 80% dos anúncios e lançamentos para a região. Este número, além de chamar atenção das empresas e do mercado, de maneira geral, faz com que os visitantes sintam-se ainda mais atraídos pelo evento, já que poderão testar jogos, muitas vezes, em primeira-mão. Alguns títulos que são disponibilizados na feira são lançados somente no ano seguinte, fazendo desta uma oportunidade única no país.

Cosplayers

A BGS é um grande point para os cosplayers – pessoas que se caracterizam como alguns personagens – o que deixa o evento ainda mais bonito e faz com que o visitante se sinta ainda mais imerso no mundo dos games. Muitos estandes também contam com os cosplayers em suas áreas, o que atrai bastante atenção do público.

Meet and Greet

Um dos grandes destaques da feira são as celebridades do mundo dos games. Produtores de franquias consagradas mundialmente, jogadores renomados e influenciadores de sucesso costumam visitar o evento, e, em alguns casos, dão autógrafos e tiram fotos com os visitantes, sem nenhum custo.

Caravanas

Todos os anos, a BGS recebe diversas caravanas de vários lugares do Brasil. Com o objetivo de incentivar e facilitar a vinda destes grupos, a feira oferece alguns benefícios e vantagens para os responsáveis.

Parcerias de Transporte e Hospedagem

Milhares de visitantes do evento são de fora de São Paulo. Para facilitar sua vinda, a BGS fecha diversas parcerias de transporte e hospedagem, que oferecem descontos no período do evento.

Evolução do Videogame / Área de arcades

Grande atração da BGS, a exposição “A Evolução do Videogame” retorna conta mais de quatro décadas de história dos videogames por meio de mais de 100 consoles, dezenas de jogos e acessórios. Dos consoles da primeira geração aos aparelhos mais recentes, a exposição é uma oportunidade única para os fãs acompanharem as mudanças dos consoles e jogos ao longo dos anos.
A exposição conta ainda com alguns exemplares raros do acervo de Marcelo Tavares, o maior colecionador de jogos eletrônicos do Brasil.
Além disso, há ainda uma área com dezenas de máquinas de arcade, onde os visitantes podem jogar à vontade, sem nenhum custo adicional.

Área Indie

A BGS conta com uma área destinada aos desenvolvedores que contam apenas com recursos próprios para transformarem suas ideias em projetos reais, a Área Indie.

O espaço foi criado com o objetivo de fomentar ainda mais o mercado brasileiro de desenvolvimento de jogos e, além dos estandes, conta ainda com uma área para que os representantes dos estúdios possam falar um pouco sobre seus projetos, o Indie Meeting.

Área Business / Sistema de Matchmaking

A Área Business é destinada aos interessados em fazer negócios e interagir com outras empresas e profissionais. Esta área visa fomentar ainda mais o cenário nacional de games e promover a interação entre profissionais. Desta forma, a BGS acaba atuando como uma grande vitrine e reúne milhares de pessoas com o mesmo interesse.

A BGS conta com um sistema próprio para agendamento de reuniões que facilita a interação e contato com outras empresas e profissionais.



Campeonatos

A Brasil Game Show tornou-se referencia também pelos campeonatos que são realizados no evento. Diversas empresas promovem competições em seus estandes. Algumas empresas, inclusive, promovem etapas de campeonatos mundiais – que significa, em alguns casos, o único local no Brasil a receber os mesmos.

Uma competição que se destaca no evento é a Brasil Game Cup, competição de esportes eletrônicos com grandes premiações.

Campeonatos de FIFA 17

Um dos jogos mais amados pelos brasileiros também contou com disputas durante os dias de BGS. O estande da Warner Bros. sediou torneios diários de FIFA 17, quando os visitantes puderam medir suas habilidades na mais recente edição da famosa franquia de game de futebol. O estande ainda contou com as participações especiais de Wendell Lira, vencedor do prêmio Puskas da FIFA de gol mais bonito de 2015; de Rodrigo Caio, medalhista de ouro olímpico em 2016, e Valdívia, jogador do Internacional.

Etapa brasileira da Copa do Mundo de Just Dance

Pela primeira vez, a Brasil Game Show foi palco da abertura da Copa do Mundo de Just Dance. A competição reuniu alguns dos melhores just dancers do Brasil em busca de uma única vaga para disputar as finais do mundial do jogo, que será realizado em fevereiro de 2017, em Paris. Após três dias de competição, o vencedor foi o paraense Hian “Nego”, que vai para a França com todas as despesas pagas pela Ubisoft. No palco de Just Dance, ainda foi anunciada a participação da cantora Anitta e apresentada oficialmente a brasileira Daya Luz, que também tem uma música no jogo.

Mais de 200 marcas

Não faltaram opções de produtos e empresas para os visitantes curtirem na Brasil Game Show. A edição de 2016 da feira bateu o recorde de expositores, parceiros e patrocinadores ao reunir 204 marcas com presença oficial no evento. Entre elas, as principais empresas do mundo dos games e também de outros segmentos, como PlayStation, XBOX, YouTube, Ubisoft, Warner, NVIDIA, Electronic Arts, Capcom, HyperX, Razer, Com2uS, CD Projekt Red, Lojas Americanas, Cinemark, Kinoplex, KOCCA, Saraiva, Submarino, Piticas, SAGA, Supercell, SuperGeeks, ToyShow, Twitter, TNT, Razer, Dell, entre outras.

Galeria de imagens
Ação Social
Ação Social
Voluntários
Estandes
Estandes
Cosplay Zone
Estandes
Alimentação
Evolução do Videogame
Ativação
Estandes
Cosplay Zone
Ativação
Ativação
Indie Meeting
         

 

Game Social

A Brasil Game Show tem um grande compromisso social, manifestado tanto por meio da inclusão de pessoas com deficiência na feira – sejam visitantes ou staff – como apoiando organizações não governamentais e sem fins lucrativos. Em 2016, a BGS contratou dezenas de cadeirantes para trabalhar no evento e realizou parcerias com a APAE, AACD, CDI e Casa de David, oferecendo espaços gratuitos para essas instituições venderem seus produtos, divulgarem seus trabalhos e sensibilizarem milhares de pessoas. Além disso, todos os visitantes da feira puderam pagar metade do valor dos ingressos ao doarem 1 kg de alimento não perecível, que foi encaminhado a instituições assistencialistas. Ao todo, mais de 60 toneladas de alimentos foram arrecadadas e doadas pela BGS a instituições beneficentes.

A BGS ainda apoiou a campanha Gamer Blood, da Microsoft, cedendo 300 ingressos a doadores de sangue e, mais uma vez, montou uma operação especial para receber o gamer Paulo Henrique Machado, que vive no Hospital das Clínicas de São Paulo há 47 anos.
Em termos de acessibilidade, a infraestrutura do evento também merece destaque. O estacionamento tem centenas de vagas para deficientes, passarelas de acesso afastadas da área de circulação de veículos, rampas, elevadores exclusivos e estrutura adaptada a necessidades especiais em todas as ruas e estandes da feira.

48 horas para desenvolver um game

Uma das novidades da BGS 2016 foi o Brasil Game Jam, iniciativa da feira em parceria com a Globo para promover ainda mais o mercado nacional de desenvolvimento de games. Durante 48 horas, em uma casa de vidro montada na feira, dez equipes com três estudantes correram para criar um game cujo tema deveria ser baseado na série Supermax, que estreou recentemente na grade da emissora. As produções foram avaliadas por um júri de diretores da Globo e especialistas em games e o time vencedor foi o Antworks, de Campinas – SP, com o jogo Tormenta.

O Evento reuniu 301.136 visitantes, mais de 200 marcas, 100 lançamentos e 750 estações de jogos. Domingo (4) contou com o maior público de um único dia de todas as edições da feira: mais de 105 mil pessoas

A Brasil Game Show 2016 teve um aumento de aproximadamente 12% em números gerais que configuram o número de visitantes totais em relação ao evento do ano anterior, o que gera aumento exponencial nas vendas das lojas e dos expositores presentes na BGS, aumentando a visibilidade de todas as marcas tanto nas suas presenças físicas quanto digitais. Esse aumento se deu devido ao crescimento do evento, que contou com grandes empresas, líderes do mercado mundial de videogames como PlayStation, Xbox, Warner, EA e de empresas com grande impacto no setor como o YouTube.

A BGS foi palco de novas apostas do mercado como empresas que puderam fazer ótimas parcerias e networking, com grandes publishers do mercado, proporcionando que desenvolvedores em empresas nacionais menores pudessem começar um relacionamento com empresas multinacionais e publicar seus jogos em plataformas reconhecidas como PSN e Xbox Live. Esse movimento gerou uma nova onda no mercado nacional de jogos e mostrou o protagonismo da BGS nesse cenário como o local em que essa nova maneira de pensar o mercado nacional acontece. As empresas indie, desenvolvedores de games independentes, tiveram destaque e trabalharam em cima de novas oportunidades, o que inspirou novos empreendedores a abrirem seus próprios estúdios ao longo dos meses seguintes, por perceberem que o mercado de games estava consolidado e que havia espaço para internacionalização de seus negócios.

Além desse grupo destacado, a BGS ciente da importância de desenvolver o lado business do evento criou uma área específica para gerar novos negócios através de reuniões marcadas no sistema próprio de matchmaking, que proporciona as empresas se conectarem com possíveis futuros parceiros comerciais e a partir dessa ação desenvolver novos negócios. Foram mais de 40 estandes nessa área do evento, com empresas asiáticas, europeias, norte-americanas e nacionais.

Ao proporcionar negócios diretos de consumidores e expositores e ao desenvolver a área B2B, a BGS fortalece o mercado brasileiro de muitas maneiras e coloca o país como protagonista do setor na América Latina.

Dados dos Compradores de Ingresso

Plataforma que Joga:

- Consoles - 77%
- PC - 59%
- Mobile - 56%
- Outros - 5%
- Nenhum - 3%

Principal Motivo que leva à BGS

- Jogos e lançamentos - 45%
- Diversão e Compras - 28%
- Ver Streamers e Youtubers - 12%
- Outros - 11%
- Criadores de Games - 4%

90% do público aprova o evento e 95% deseja retornar.

Público masculino - 76%
Público feminino - 24%

Faixa etária

até 12 anos - 3%
13 à 17 - 14%
18 à 24 - 27%
25 à 35 - 31%
35+ - 25%

Cobertura de mídia

- Mais de 25 horas de cobertura em TV e rádios durante os dias de evento;
- Cobertura internacional.

Ação Social

- mais de 70 toneladas de alimentos arrecadados

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube