Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 16ª Edição

Case: DO PRATO AO PRATO
Candidato: AccorHotels
Cliente: AccorHotels
Segmento: Prêmio Caio Sustentabilidade
Estado: SP
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
Novotel SP Jaraguá Conventions

Novotel São Paulo Jaraguá Conventions:

Hotel de 415 apartamentos, 25 salas de eventos, Teatro Jaraguá, 2 restaurantes, 1 Café e 1 Bar.

No coração de São Paulo, em meio ao centro histórico da cidade e de suas compras de classe mundial, o icônico Novotel Jaraguá convida você a descobrir seu patrimônio, conforto e amenidades excepcionais.

No Novotel São Paulo Jaragua, você encontrará um moderno hotel de 4 estrelas cheio de história. Foi projetado por dois arquitetos de renome em colaboração: o francês-brasileiro Jacques Pilon, que desempenhou o papel principal na formação do horizonte da cidade e o alemão-brasileiro Franz Heep. Alguns dos aspectos distintivos incluem painéis de parede e brise-soleil em toda a fachada. Terminado em 1954, a estrutura modernista de 21 andares também foi sede do jornal O Estado de São Paulo. O Jaraguá foi o destino favorito para estrelas de cinema, artistas, realeza, dignitários e outras celebridades durante os anos 1950 e 1970. Galerias de fotos no Lobby e nos demais andares atestam sua glamourosa história.

Galeria de imagens
Fachada Novotel SP Jaraguá Conventions
       

 

O DESAFIO:

Nossa motivação nasceu do desafio de implantarmos uma Horta Urbana, para alcançar as ações propostas pela nova fase do Programa Planet 21 In Action.

Saímos em busca de espaços que poderiam receber a horta e, em paralelo, iniciamos uma busca por informações sobre hortas existentes, melhores práticas e programas de desenvolvimento sustentável.

Nesse processo encontramos o Instituto Guandu com o projeto intitulado “Do prato ao prato”, que funciona baseado na Economia Circular: parte do resíduo orgânico gerado em nossa cozinha e restaurante é coletado e vira composto orgânico / adubo. Parte desse composto enriquece a terra de nossa horta e as ervas e frutos plantados aqui abastecem nossa cozinha e restaurante. Outra parte deste adubo é doado a instituições que atendem e desenvolvem pessoas que vivem da agricultura familiar.

O Instituto faz a coleta e o tratamento dos resíduos orgânicos, a compostagem e implantação da horta em conjunto com nossa equipe, com treinamento para desenvolver a cultura e a educação sustentável.

E o espaço para a Horta? Bem, encontramos um local amplo, aberto e feio – o andar técnico onde ficam os nossos 3 geradores. É uma laje no 11° andar e muitos apartamentos tem a vista interna, ou seja, viam os geradores. Apesar de não ser um espaço acessível aos clientes e hóspedes, decidimos por ele por ser o com maior potencial para desenvolvermos nossa Horta e mudarmos, assim, o visual de todo aquele ambiente antes inóspito.

As dificuldades eram o valor da coleta do lixo orgânico, que pôde ser negociado. Além disso, optamos por enviar parte dos resíduos e não sua totalidade para podermos viabilizar a parceria. Enviar todo o lixo orgânico seria o ideal, mas financeiramente impraticável infelizmente. Então achamos esta alternativa para dar o pontapé do projeto.

O projeto depende totalmente do engajamento das equipes: da separação correta no momento do descarte, da utilização correta dos sacos de lixo, do compromisso na escalara rotativa para rega e cuidados da horta. E, desde o início deste trabalho, temos tido grande êxito e engajamento das equipes, sobretudo, da Cozinha.


AÇÕES EMPREENDIDAS:

- Inspeção da área destinada ao plantio
- Reuniões com o Instituto Guandu para visita técnica, negociação e acordo de parceria
- Identificação das necessidades de materiais para o plantio das mudas
- Solicitação de apoio a fornecedores com caixas de madeira e plásticos para acomodar as mudar
- Reutilização de vasos antigos, baldes e outros recipientes para composição da Horta
- Compra de produtos para o plantio das primeiras mudas
- Pintura das caixas de madeira para proteção de deterioração por chuva, sol, etc
- Seleção de lista de 40 variedades de hortaliças, ervas, PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) e pequenas árvores frutíferas
- Treinamento e Sensibilização das equipes de Cozinha e Restaurante sobre a correta separação de lixo orgânico para poder enviar à compostagem;
- Sensibilização de toda a equipe através de explicação em Reunião Geral do hotel
- Plantio das primeiras mudas
- Ação com Equipe de PR AccorHotels / Edelman para divulgação do projeto e da parceria
- Confecção de caixas para divulgar em áreas internas a existência da Horta para hóspedes

Galeria de imagens
Início do Projeto
Preparação dos caixotes
Doação de mudas de nossa equipe
Plantação das primeiras mudas
Início da Horta
Horta no Início
Horta no Início
     

 

Os resultados são muitos, tanto quantitativos como qualitativos.

Quantitativos: recuperação de resíduos que iriam para aterros e agora são tratados através da compostagem, evitando contaminação do solo e geração de gases estufa, contribuindo para geração de renda para famílias que vivem da agricultura familiar e desenvolvimento da horta pelo enriquecimento da terra. Foram coletados, nos 2 primeiros meses do Projeto 6 toneladas de resíduos orgânicos:
Outubro: 3.050 quilos transformados em adubo
Novembro: 3.840 quilos transformados em adubo

Há ganhos qualitativos importantes, como a quebra de paradigmas e mudanças no cotidiano do hotel, na nova rotina dos funcionários que se envolveram com a horta e a separação do lixo nas cozinhas. É muito interessante ver o laço que parte da equipe criou com o projeto.

Começamos a usar as ervas, hortaliças, temperos e até PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) da horta já em Novembro: produtos diferentes, que tem alto custo e muitas vezes não estão disponíveis nos mercados, 100% orgânicos, sem gerar contaminação por transporte, nem contaminar a terra com químicos.

Alguns depoimentos de nossos colaboradores:

Maria Irani, camareira - “ Logo que fui informada sobre a criação de uma horta no hotel, fiquei muito feliz e animada. Fui criada em uma área rural e cuidar de plantas em geral, faz parte de mim, afinal quem não quer consumir algo fresquinho e sem agrotóxico?... De imediato fiz questão de trazer algumas mudas de hortelã e morango e confesso que já tenho outras mudas e sementes reservadas para trazer...rs Tenho mencionado para os hóspedes que temos uma horta, eles fazem questão de olhar pela janela do apartamento. Todos se admiram e apoiam a ideia, sem mencionar aqueles que querem fazer o mesmo em suas casas ou empresas.
Quando cuido das plantas, converso com elas e sinto que elas me retribuem, me faz muito bem... sempre me sinto em paz e renovada.”

Alexsandro Medella, Supervisor de Steward– A energia de lá é tão boa que dá vontade de ficar o dia inteiro. A parte que mais gosto é de dar água para elas e ver o resultado depois.

Elisa Tomie Koike, Chef de Cozinha – A horta mudou a minha rotina! Ela requer tanto cuidado e atenção quanto a minha equipe. É uma grande responsabilidade cuidar dela! Colher os frutos é uma alegria, e ao ver o resultado em nossos pratos, e a reação nos rostos dos nossos clientes, me traz uma grande satisfação! É uma terapia! Volto para a cozinha mais tranquila, relaxada, ela me acalma!
Participar do projeto do Prato ao prato, e fazer parte desta revolução, me traz uma grande esperança de um mundo mais consciente em relação ao coletivo, e de que precisamos cuidar mais do nosso meio ambiente para o próximo!

Maria Aparecida, Dinha - Confeitaria – eu me sinto muito feliz e realizada, pois eu gosto de cuidar e principalmente em colher e usar as plantas para o produto final para os nossos clientes. Me sinto realizada!

Ademir Andrade, Supervisor de Steward – Cuidar da horta é como cuidar de uma criança, a cada dia que passa você pode ver e perceber a sua evolução. Sempre que volto dela, me sinto energizado!


Ewerton Camarano, Gerente Geral do Novotel Jaraguá, relata:

"O projeto trouxe uma nova relação dos colaboradores com os alimentos: seu cuidado, preparo e entrega ao cliente. Temos orgulho em oferecer os produtos colhidos na nossa horta aos clientes. Ainda é pouco o que conseguimos oferecer, mas estamos ampliando a horta e diversificando ainda mais os alimentos plantados. Queremos mais!
A horta nos permite trabalhar muito na conscientização da boa alimentação com os nossos colaboradores e clientes e, ainda, sensibilizá-los para que façam o mesmo em qualquer espaço que tenham em suas casas.
E também queremos ampliar a quantidade de resíduos orgânicos enviados para compostagem. O projeto “Do prato ao prato” nos ensina muito sobre o consumo consciente, sobre o aproveitamento de todo o alimento e do reaproveitamento, fechando assim, o ciclo do nosso consumo".

Galeria de imagens
Primeiras colheitas
Primeiras colheitas
Horta em produção
Horta em produção
Horta em produção
Horta em produção
Horta em produção
PANCs da horta em Catering Externo
Sensibilização Clientes
Colheita da Horta para almoço
         

 

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube