Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 16ª Edição

Case: EMISSÃO ZERO SOFITEL GUARUJA JEQUITIMAR
Candidato: AccorHotels
Cliente: AccorHotels
Segmento: Prêmio Caio Sustentabilidade
Estado: SP
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
emissão zero

Fundado em dezembro de 2006, o hotel ocupa um terreno de 77 mil metros quadrados, dos quais 44 mil são de área construída. O projeto arquitetônico é de Henri Michel de Fournier, da De Fournier & Associados, e o paisagismo é de Haruyoshi Ono, do escritório Burle Marx. A arquitetura proposta, em vez de ser um conjunto monolítico desproporcional à escala da propriedade e do entorno, divide-se em volumes. Partindo do eixo principal, os diferentes grupos de edificações se distribuem deste epicentro, que é o imponente lobby do hotel.

O Sofitel Guarujá Jequitimar é formado por prédios baixos, que acompanham o perfil sinuoso do litoral. Com apenas cinco andares, os prédios não provocam impacto ao visual da região, que continua com as características de cidade litorânea e, principalmente, respeita o meio ambiente. O espaço delimitado pela faixa de areia se desdobra numa sequência de jardins e piscinas.

A ambientação dos interiores confere um clima sofisticado e contemporâneo de praia e aconchego ao hotel, com uso de elementos como água, com espelhos d´água gigantes no lobby monumental que parecem trazer o mar para dentro do hotel. A decoração ainda inclui muita madeira para aquecer o ambiente. Na decoração predominam os tons de azul e tons naturais que valorizam a vista e a natureza sem competir com elas. Com total cuidado na escolha das cores e combinações, a arquitetura é composta por ambientes contemporâneos, com espaços amplos que dão uma sensação de leveza e liberdade.

O empreendimento conta com o Shopping Jequiti, um espaço aberto, moderno e sofisticado, cuja decoração e ambientação faz do local um agradável boulevard. O Shopping também é aberto ao público da cidade e oferece aos visitantes e hóspedes do hotel a oportunidade de passear e conhecer diversas lojas, além de oferecer outras opções gastronômicas.

Aprecie menus surpreendentes do chef Patrick Ferry em um dos 3 restaurantes do hotel. Para os que desejam relaxar, o So Spa with L’Occitane oferece tratamentos relaxantes e de cuidados com a pele. O hotel dispõe de infraestrutura de esporte e lazer com uma piscina para adultos climatizada e duas piscinas infantis, quadras de vôlei de areia, quadra poliesportiva e quadras de tênis. E, ainda, o Kids Club e berçário com atividades e serviços para as crianças.

Galeria de imagens
Espelho D'agua externo
Espelho d'água interno
sacada apto
So Spa
apto
         

 

A unidade não produz mais efluentes líquidos (esgoto), que antes era jogado no mar via emissários. Um posicionamento sustentável real e que também contribui na redução do consumo de água.

MENOS 40.000.000 LITROS DE ÁGUA QUE SERIAM
RETIRADOS DO MEIO AMBIENTE

MENOS 65.000.000 LITROS DE EFLUENTES LANÇADOS
NO MEIO AMBIENTE

ECONOMIA OPERACIONAL ANUAL DE R$ 650.000,00 =
40%S AVE

O prédio do Sofitel Guarujá Jequitimar inicialmente seguia a regra geral, consumir água da concessionária e enviar o seu efluente para tratamento público. Na Baixada Santista o sistema público faz um tratamento primário, e envia este efluente para o mar via Emissários Submarinos.

Observando o resultado dos impactos causados apenas pelos dejetos fisiológicos entre humanos e animais, temos algumas diferenças importantes. O ser humano concentra toda a carga para após tratar, isso quando consegue tratar. Já os animais não. Por seu próprio comportamento, fazem lançamento disperso e inexiste concentração. Aí que está a grande diferença!
O impacto dos animais é minimo pois seus dejetos são “depurados” através de ações biológicas notadamente por bactérias decompositoras, no próprio habitat. Assim para a mesma quantidade de dejetos dos dois filos o impacto do ser humano é muito maior, visívelmente.

Seguindo a premissa natural, o hotel está realizando a separação de todas as prumadas de efluentes, iniciando pelos chuveiros, e a seguir cozinhas, lavatórios e vasos sanitários. As águas de chuva e de drenagem do subsolo também estão direcionadas para tratamento específico.

O processo das prumadas dos chuveiros, chuva e drenagem do subsolo já esta concluído, e em inicio uma bateria dos vasos sanitários.

O efluente dos chuveiros segue separado dos demais. Junta-se a água das chuvas, tem tratamento específico e é direcionado às torres de refrigeração e piscinas.
O efluente dos vasos sanitários segue separado dos demais, tem tratamento específico com bactérias e é direcionado à irrigação.
O efluente dos lavatórios e a segunda emissão das máquinas de lavar segue separado dos demais, tem tratamento específico e é direcionado aos vasos sanitários.
O efluente dos lava louças e pias de cozinha, segue separado dos demais, tem tratamento específico e é direcionado à irrigação.

Não ocorre mais emissão de esgotos pela unidade e é gerado uma economia operacional importante.
Estamos atuando sem emissão alguma de efluentes líquidos.

NBR-13.969/97
Licença de Operação 2062 Proc 13525/2005
e Normas de Projeto

Água de Chuva
As águas pluviais são coletadas, reservadas e enviadas a um tratamento específico e direcionadas para:
Torres de Refrigeração e Piscinas
Decr 41258 31/10/96

O projeto foi dividido em 2 etapas:

ETAPA 1 – Separar efluente do chuveiro do conjunto do banheiro nas prumadas de apartamentos. Das 3 alas do hotel, em 2 já foi concluído.

ETAPA 2 – Execução de reservatórios para tratamento e reservação exclusiva para as Torres de refrigeração na área da ETE do sub solo. Escopo atual.

Galeria de imagens

 

REUSO TOTAL DE ÁGUA E EMISSÃO ZERO DE EFLUENTES LÍQUIDOS

ETAPA 1- PROJETO: Utilização do efluente separado do chuveiro dos apartamentos para reutilização direta na alimentação das torres de refrigeração e vasos sanitários.

O Esgoto do chuveiro dos 301 apartamentos é segregado, recebe um tratamento primário, e sua água será novamente reutilizada nos locais descritos, sempre atendendo aos parametros da portaria 2914/2011. Os ensaios foram realizados em Janeiro e Fevereiro de 2015 e os resultados superaram o esperado, sendo este efluente totalmente adequado ao retratamento e até a tornar-se potável, em função da carga relativamente baixa de contaminantes que nas amostras do hotel tiveram um alto potencial de reversão. Abaixo imagens da base do shaft, filtro, base e amostra.

Analises de qualidade das águas do sistema são realizadas nos prazos normativos e também por demandas do projeto.

Deixamos de consumir do meio ambiente
45.000.000 de litros de água.

Deixamos de Emitir no meio ambiente
65.000.000 de litros de efluente.

Economizamos operacionalmente
45% sobre a fatura da concessionária

Galeria de imagens

 

ETA- ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA

Projeto Guarujá: O sistema é dimensionado para a condição local, água profunda e da chuva.
Para a condição geológica na região do
Guarujá, onde a presença principalmente de
ferro na água de subsolo é elevada, o projeto conta com a seguinte seqüência:

Decantadores químicos primários e secundários;
Equalizador físico-químico;
Sistema de filtros específicos;
Ozonização;
Desinfecção final com NaClO;
Polimento final com Big-blue' s.

Análises de água com índices totalmente
em conformidade com os limites normativos.

ETE – Estação de Tratamento de Efluentes

Projeto Guarujá:

Sistema Físico-Químico + Biológico:
Para o tratamento do efluente gerado pelo complexo Jequitimar a Estação comporta;
Sistema enclausurado - Comandos digitais e multisensores ;
Módulo seqüencial 1- Gradeamento e disposição inicial; Terminal de equalização;
Reator anaeróbico;
Módulo de contato químico;
Desintegrador particular rotacional;
Câmara Biológica;
Sistema de centrifugação;
Injetor de O³;
Cloração;
Filtração sequencial;
Utilização;

Análises com índices totalmente dentro dos limites normativos.

ANUALMENTE Ref 2016

Deixamos de consumir do meio ambiente
45.000.000 de litros de água.

Deixamos de Emitir no meio ambiente
65.000.000 de litros de efluente.

Economizamos operacionalmente
45% sobre a fatura da concessionária


Galeria de imagens

 

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube