Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 17ª Edição

Case: CAMPUS PARTY BRASIL 2016
Candidato: MCI Group
Cliente: Campus Party
Segmento: Eventos
Estado: SP
TROFÉU LEDCOM
Categoria: Evento Internacional Realizado no Brasil
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
Capa Campus Party 2016

FICHA TÉCNICA
- título: Campus Party Brasil 2016
- tema: Feel The Future
- nº participantes: 8.000 participantes na Arena (área paga do evento e 6.500 no camping) e 82.000 participantes na área Experience (gratuito ao público)
- local: Centro de Exposições Anhembi – São Paulo
- data: 26 e 31 de janeiro de 2016
- periodicidade: Anual
- abrangência: Nacional e internacional
- atividades paralelas: Palestras, Workshops, Desafios, Atividades especiais, Ativações dos patrocinadores, Educação digital, Startup 360, Campus Future, Freeplay (área de Games), Simuladores, Camping, etc
- entidade promotora: MCI Brasil S.A e Instituto Campus Party
- conceito do evento: A Campus Party é o maior projeto de desenvolvimento social, econômico e tecnológico do mundo.
Une jovens geeks em um festival de inovação, criatividade, ciência, empreendedorismo e entretenimento. Cujo objetivo é de amplificar o relacionamento com o campuseiro, ajudá-lo a transformar ideias em soluções e soluções em negócios, trabalhar mentes brilhantes em prol da inovação e do desenvolvimento tecnológico. Isso tudo, através de uma imersão de 6 dias de evento e 24 horas sem parar.
Sobre o Instituto Campus Party:é uma associação civil sem fins lucrativos fundada em 2009, com o objetivo de incentivar e promover atividades e projetos nas áreas cultural, educacional gratuita, de inclusão digital, do desenvolvimento tecnológico e econômico, dos direitos estabelecidos, da assistência social e da cidadania.
Tem como missão: “Ajudar a criar espaços para que a energia das novas gerações digitais encontre um lugar para reescrever o código fonte do mundo.”
O Instituto é um dos organizadores da Campus Party Brasil, principal evento de internet e tecnologia do país e dentro do evento sua missão é contribuir com o desenvolvimento de conteúdos e com a construção de ambientes favoráveis para divulgar as tecnologias mais avançadas, assim como suas aplicações nos campos da educação, da indústria, do lazer e da cultura, nas Campus Party.
Possui ampla experiência em aliar ações presenciais e digitais para promover o intercâmbio de conhecimento em ambiente democrático, criando espaços nos quais prevalecem a troca e o aprendizado mútuo.
Sobre a MCI: No Brasil, a MCI está presente desde 2009 e desde 2013 começou suas aquisições de empresas nacionais para se tornar a maior empresa organizadora de eventos no Brasil, possui escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, realizando mais de 100 eventos por ano.

Galeria de imagens
Encerramento no Palco Principal Feel The Future
Camping Campus Party 2016
Arena
Painel de Boas Vindas da CPBR9
Branding - Sinalização Visual Oficial
Branding - Sinalização Visual Oficial
Branding - Sinalização Visual - Totens
Branding - Banners Aéreos
Branding - Banners Aéreos
Branding - Banners Aéreos
Branding - Sinalização Visual Workshops
       

 

Vídeo



A Campus Party tem como principal objetivo promover o intercâmbio de conhecimento e experiência sobre o que há de mais avançado em termos de tecnologia em diversas áreas, como educação, negócios, cultura digital, lazer e entretenimento. A Campus Party trabalha arduamente para promover o desenvolvimento do ambiente social através da popularização da internet, sendo o ponto físico e virtual de contato entre indivíduos dispostos a compartilhar experiências, usufruir de conteúdos de alta qualidade que influenciam positivamente e diretamente na qualidade de vida e carreira de todos os envolvidos.

Considerado o maior evento de tecnologia, inovação, cultura e entretenimento digital do mundo, a Campus Party recebe a cada edição milhares de participantes de diferentes lugares do mundo. No Brasil, o evento é, desde 2008, realizado anualmente na cidade de São Paulo.
A estrutura da Campus Party é dividida em duas grandes áreas: Arena e Campus Experience. A Arena é o espaço exclusivo para os campuseiros (como são chamados os participantes inscritos); onde são realizadas oficinas, palestras e workshops. Já a área Campus Experience é um espaço de acesso gratuito ao público em geral, no qual os visitantes podem conhecer e vivenciar as novidades mais atuais do mundo digital, trazidas por nossos parceiros e patrocinadores. Ainda dentro da área de acesso livre, foi instituído desde o ano de 2014 o projeto “Startup & Makers” que consiste em um espaço dedicado ao Empreendedorismo, cujo propósito é aumentar a sinergia entre startups, investidores e os campuseiros. A Campus Party é o maior acontecimento de conteúdo tecnológico do mundo nas áreas de Inovação, Ciência, Empreendedorismo, Criatividade, Empreendedorismo, Cultura e Entretenimento Digital (temáticas de palco e workshops). Na edição de 2016, as atividades foram selecionadas de acordo com a temática do Palco Principal Feel the Future; algumas delas, inclusive, foram sugeridas pelos campuseiros através do formulário de Sugestão de Conteúdos disponibilizado em nossas redes sociais e avaliadas pela curadoria do evento. Destacaram-se as palestras de Grant Imahara (magistral mais aguardado da CPBR9), de Dado Schneider (que foi aplaudido em pé por todo o público e se emocionou com a enorme receptividade) e de Thaisa Storchi Bergmann (destaque feminino para a ciência no Brasil).
Palco Ciência: trouxe assuntos ligados à robótica e hardware, os campuseiros gostaram das atividades e fizeram questão de participar fazendo perguntas e a troca de contatos com os palestrantes.

Workshop Ciência: Foram quatro oficinas na área de ciência:
● Montando seu braço robótico
● Robótica Crafter
● Colhendo energia e Perfomance
● Montagem de próteses de mão feitas por impressão 3D

Palco Criatividade Design: conteúdo voltado a UX (User experience), o palco contou com paineis e palestras ilustrativas de como o design se relaciona com as demais áreas da tecnologia.

Palco Criatividade Mídias Sociais: focada na utilização produtiva das redes sociais como ferramentas de negócios, com a presença de influenciadores que, de forma lúdica trouxeram o entretenimento e a nova linguagem de comunicação nas redes.

Palco Empreendedorismo: Os profissionais convidados para contribuir com as atividades deste palco atenderam a diversidade do cenário empreendedor, foram profissionais de diversas áreas de atuação passando por temas como empreendedorismo feminino, startups, mobilidade urbana até aspectos de fomento e gestão pública de apoio ao empreendedorismo.

Palco Entretenimento: Nesta edição, priorizamos painéis ao invés de palestras, tornando as falas dinâmicas em grupos e atraindo a atenção de mais pessoas. O palco trouxe debates sobre feminismo, preconceito, realidade virtual, desenvolvimento de conteúdo audiovisual, gameplay do jogo Street Fighter V antes do lançamento oficial da Capcom, webcelebridades e diversos assuntos distintos. Abordamos jogos eletrônicos, cultura pop (quadrinhos e cinema), além da TV digital.

Workshop Criatividade e Entretenimento: Foi um espaço que recebeu conteúdo multidisciplinar (design e entretenimento)
Palco Inovação Desenvolvimento, Software Livre e Segurança e Redes: O Palco de desenvolvimento, como todo ano, teve seu conteúdo de alto nível exposto ao público. As atividades dessa área foram focadas em desenvolvimento, software livre e segurança e redes. As atividades de segurança e redes foram organizadas juntamente com o NIC.br.

Palco Inovação Software Livre: Diversas temátimas Open Source foram abordadas neste palco, assim como temas que envolvem Linux, GNU, interfaces Qt, C++, etc

Palco Cross Space: Um palco multidisciplinar onde os campuseiros tiveram a possibilidade de trocar experiências e conhecimentos variados com pessoas que compartilharam dos mesmos interesses.
Palco Comunidades: O Conteúdo by Comunidades é dirigido a todos os campuseiros que se organizem em comunidades, em grupos que propagam um mesmo ideal, um modo de vida, uma causa, ou simplesmente aos campuseiros que querem apresentar seus projetos/ trabalhos e conhecimentos que podem ajudar na formação dos participantes, destacando o valor e o papel destes importantes aliados na formação do maior evento tecnológico do mundo.
Freeplay: Em sua nona edição, a área de FreePlay ganhou maior espaço e destaque. Como o nome da área já sugere, os games de dança, luta, futebol, corrida, RPG, first-person shooter e cockpits com simuladores de Fórmula1 à disposição dos campuseiros, com diversos games para free-play: dança, luta, futebol, corrida, rpg, fps e cockpits com simuladores de Fórmula1.
Os campeonatos de JustDance, League Of Legends, Fifa e Street Fighter foram um sucesso e a grande final ocorreu no Palco Principal - Feel the Future antes da Cerimônia de Encerramento com premiação para primeiro e segundo lugar e para as equipes vencedoras.
Startup360: Programação específica para os empreendedores que contemplou cinco frentes de trabalho, sendo: startups & makers camp, maratona de negócios, conteúdo empreendedor, mentoring e investors day.
Campus Future: trata-se da mostra de projetos universitários da Campus Party Brasil. Espaço destinado a valorizar os projetos criados e desenvolvidos nas universidades e aqueles que tem potencial de investimento e execução. Esse programa é uma maratona de interatividade e troca de experiências em uma área criada para dar maior visibilidade para projetos criativos e inovadores e com e impacto social relevante.
Simuladores: A Campus Party Brasil 2016 trouxe diversas inovações na área de simuladores, muito mais que inovações, esta foi a maior e mais diversificada área de simuladores de todas as edições do evento.
Em 201, no total foram 15 simuladores e dois veículos reais de corrida:
- 7 Simuladores de corrida, incluindo um com movimento em dois eixos,
- 3 simulador de helicóptero,
- 1 simulador de aviação de caça,
- 1 simulador de combate a incêndio,
- 2 simuladores com realidade aumentada e pela primeira vez na #CPBR
- 1 simulador de pênalti.

Foi uma edição marcante para a área de Simuladores, os visitantes contaram com muitas novidades, tecnologia de ponta e muito entretenimento, assim como uma exposição de um carro de corrida e um caminhão da formula Truck, ambos reais e que realizam provas nos circuitos brasileiros.

Galeria de imagens
Pitch Startup - Estande do Sebrae
Sebrae
Arena e Praça de Alimentação
Arena e Webcelebridades
Conteúdo robotica
Freeplay
Palco Criatividade
Palco Cross Space
Palco Empreendedorismo
Premiação Desafio
Quiz Nic.br
Show de Encerramento Detonators by Spotify
Realidade Virtual
Planta do evento_desenho
Sinalização
Campus Party em Números
Campus Party em Números
Campus Party em Números
Campus Party em Números
 

 

A montagem ocorreu dez dias antes da data de realização do evento, no dia 16/01/2016. Contamos com os seguintes itens durante este processo: Pré Montagem, Marcação de piso dos estandes dos patrocinadores, infraestrutura do OVNI (área restrita ao servidor de alta conexão de internet, responsável pela distribuição da rede para os 8000 participantes), entregas das barracas, posto médico, guarda volumes, chegada do material de tecnologia, instalação dos cabos para as respectivas áreas de conteúdo e arena (60.000m de cabos de rede + 80.000m de fibra ótica, posicionamento dos Swift (equipamento responsável pela distribuição dos cabos), instalação dos Raio X para a segurança da Arena e controle de acesso, testes de rede, luz, projeção, equipamentos audiovisuais, posicionamento das bancadas, estrutura dos estandes, palcos, área VIP, sala dos palestrantes, manuseio dos kits de boas vindas (quantidade: 9.000 peças), instalação das duchas e banheiros do camping, elétrica, limpeza, treinamentos das equipes de trabalho, entre outras ações necessárias para viabilização das três áreas da Campus Party: Experience (área gratuita), Arena e Camping.

Filmagem/Streaming: No total foram mais de 700 horas de conteúdo na Campus Party, com o conhecimento especializado em serviços de streaming e uma ampla experiência na transmissão de eventos pela internet, com alta disponibilidade, tecnologia, qualidade e serviço para milhares de usuários. Foi realizado o serviço de captação e transmissão ao vivo para a Campus TV.

Elementos Cenográficos: A Campus Party é vanguardista de muita tecnologia, seguindo esse raciocínio, e também a edição que antecede os 10 anos de Campus no Brasil (2017), a temática para a Campus Party 2016 (CPBR9) é #FeelTheFuture. Todos os elementos cenográficos foram inspirados com recursos e elementos futurísticos, os palcos foram feitos com estruturas de andaimes e jogos de luzes sinalizando cada área do evento.

Logística de atendimento: A comunicação com os participantes é muito intensa, uma das fortalezas do evento é esse contato muito próximo que existe com o público. Para todas as edições há uma equipe dedicada para o CRM e eventuais dúvidas referente ao evento.

Estratégia de captação de recursos:
A estratégia de captação é realizada de acordo com todos os patrocinadores que buscam renovação de contrato, e então, foca-se em novos mercados, empresas que buscam inovação, tecnologia e que buscam associar suas marcas com a nova geração dos jovens. Há o processo de atendimentos personalizados, e executivas de contas que acompanham toda a operação e relacionamentos até a assinatura dos contratos

Registro fotográfico do evento:
Link do Flickr da Campus Party: https://www.flickr.com/photos/campuspartybrasil/albums
*Considere somente os álbuns #CPBR9 (Referente a edição 2016)




Galeria de imagens
Ativação #OutbacknaCampus
Ativação Globo
Ativação Media Partner SyFy
Ativação Realidade Virtual Spotify
Ativação TIM - Câmera 360
Ativação Wizard - Workshop da língua élfica
Design Thinking da Ford
Estande da Ford
Exposição Arte Geek by Glocal Arts
Intervenção Urbana
Novas tecnologias
Serviço de bordo Azul na Campus Party
Simuladores
   

 

O projeto Campus Party tem como objetivo fomentar a economia criativa, com discussões sobre os rumos do meio digital e da internet, colocar os participantes em contato com as principais inovações tecnológicas do cenário internacional contemporâneo e intensificar a troca de conhecimentos relevantes ao tema. Além disso, com suas ações de incentivo às Pequenas e Médias Empresas e aos Profissionais Autônomos, a Campus Party busca promover a inclusão destes importantes atores no mundo digital, possibilitando que tenham acesso a conteúdos que trarão novas perspectivas aos negócios.

Por meio da criação, promoção e desenvolvimento de projetos nas áreas de inovação e tecnologia, o Instituto Campus Party espera que o projeto Campus Party atue de forma a incentivar estudos e pesquisas para o desenvolvimento de tecnologias alternativas, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos. Dessa forma, espera-se que a tecnologia e o acesso a ela seja cada vez mais amplo e democrático, promovendo, inclusive, a capacitação em temas relacionados à internet e tecnologia, empreendedorismo e a participação dos jovens em programas de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias.

Ademais, por meio da promoção da educação digital e do compartilhamento de informações, a Campus Party espera atrair a atenção dos cidadãos, das empresas e governos sobre a importância do tema para o Brasil e sobre a capacidade de criar e desenvolver soluções dos brasileiros.

Finalmente, o projeto tem como objetivos fomentar a discussão sobre os rumos do meio digital e a internet, apresentar as principais tendências do Brasil e do mundo e incentivar o debate e a produção de conhecimento.

Na edição de 2016, a Campus Party obteve um crescimento de 19% em relação a edição de 2015, e em termos de captação de patrocínio, um crescimento orgânico de 28%. A equipe comercial agiu fortemente, gerando recorde de patrocínios não apenas para os estandes, mas também para outras atividades do evento, como ativações especiais, cotas de apoio dentre outras. Ao final, verificou-se também uma satisfação pessoal dos patrocinadores e expositores, que conseguiram evidenciar suas marcas entre os participantes e demonstrar os novos produtos e tecnologias.

Quanto à ocupação hoteleira, o evento trouxe mais de 600 palestrantes, portanto, movimentou a economia turística da cidade por uma média de 7 dias.
No que se refere à mídia espontânea, nota-se o crescimento de 59% no retorno financeiro comparado ao ano passado. Ao todo foram, 2180 inserções online, 187 impressos, 32 chamadas na rádio, 73 chamadas em TV aberta. Como destaque, podemos citar os programas Jornal Nacional, Encontro da Fátima Bernardes, Folha, Portal G1, TechTudo, entre outros.

Já para o assunto de Gerações de Negócios, a Campus Party 2016 contou com uma área de Empreendedorismo:

STARTUPS & MAKERS CAMP:
Atividade onde startups, campuseiros, agentes-chave do ecossistema (aceleradoras, investidores, entusiastas, etc) e visitantes se unem para adquirir conhecimento, compartilhar experiências e desenvolver seus negócios. Durante os quatro principais dias da CPBR9 ( 27 a 30 de Fevereiro) foram desenvolvidas atividades, palestras e workshops focadas em cada momento das startups e do empreendedor, utilizando a Campus Party como uma grande plataforma de crescimento e desenvolvimento.

Participar do Startups & Makers Camp é uma oportunidade ímpar para os empreendedores de mostrar seus produtos e serviços em uma área especialmente planejada e customizada para atrair os principais players do cenário digital e mídia.

Para otimizar a participação das startups na Campus Party, a programação e área de exposição foram divididas em dois grupos:Startups em Growth Stage e Startups em Early Stage, sendo cada grupo com 100 empresas selecionadas.

Startups & Makers Camp em números:
614 Projetos inscritos
100 Projetos selecionados - fase Gorowth Stage
100 Projetos selecionados - fase Early Stage
Cada grupo de startup realizou exposição dos seus projeto em período de 2 dias.

MARATONA DE NEGÓCIOS:
As maratonas de negócios foram criadas para ajudar os campuseiros a descobrirem o potencial empreendedor e ajudar no desenvolvimento de seus projetos. Esta atividade foi realizada em parceria com o SEBRAE Nacional, sendo:
180 projetos inscritos
102 projetos pré-selecionados
5 áreas temáticas ( Economia criativa, mobilidade e urbanismo, saúde, educação e e-commerce)
4 sessões de conteúdo
12 palestras recomendadas
5 consultores do sebrae
50 mentores entre profissionais da academia, mercado e investidores
250 horas de mentorias realizadas.


CONTEÚDO EMPREENDEDOR:
A área Startups & Makers contou com um programação especial para inspirar os empreendedores e apresentar conteúdo prático para ajudar a desenvolver os projetos das startups.

-Nos dias 27 e 28 de janeiro, exporam as startups em Growth Stage, enquanto o conteúdo e atividades foram mais voltados para as startups em Early Stage.

-Nos dias 29 e 30 de janeiro, exporam as startups em Early Stage, enquanto o conteúdo e atividades foram mais voltados para as startups em Growth Stage.

Os conteúdos foram organizados em palestras, painéis e workshops práticos, segundo as agendas abaixo:
MENTORING:
Atividade que proporciona interações e troca de conhecimento entre startups e profissionais experientes do cenário digital.

INVESTORS DAY:
Data: 30 de Janeiro de 2016
Horário:20h 30 às 22h30
Local: Palco Startups & Makers - Campus Party
Investor Day é um evento do StartSe criado para que investidores possam conhecer e aportar seu dinheiro nas startups mais promissoras do mercado brasileiro. As startups são indicadas pelos Head Investors, principais nomes do ecossistema do país, e as intenções de investimento foram realizadas ao vivo, em tempo real.
Dinâmica:
❏ Fase 01 - Head Investidor apresenta a startup indicada:
Apresentação do investidor, evidenciando por que a satrtup é promissora e os indicadores que o levam a apoiá-la.
❏ Fase 02 - Startup apresenta seu pitch em 10 minutos:
Uma oportunidade para conhecer o empreendedor, a meta de investimento e os objetivos a alcançar com o aporte.
❏ Fase 03 - Investidores indicam a intenção de investir:
As interações de investimento informadas são exibidas em tempo real para a startup.
❏ Fase 04 - Investimento é formalizado por parceiro do StartSe:
O investidor receberá, num segundo momento, todos os passos legais para oficializar o aporte.


Galeria de imagens
Coletiva de imprensa
Branding - Coletiva de Imprensa
Patrocinadores
   

 

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube