Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 17ª Edição

Case: XXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA - CBCD 2016
Candidato: MCI Group
Cliente: Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica
Segmento: Eventos
Estado: RJ
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
Capa XXVIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica

O Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica é um evento de periodicidade anual e que já está na sua XXVIII edição. Realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, trata-se de do mais renomado evento de cirurgia dermatológica do Brasil, atraindo anualmente cerca de 2.000 pessoas.

O Congresso possui alto teor científico, tendo em sua totalidade mais de 70 atividades científicas entre cursos, palestras e workshops, o que totalizou 105 horas de atividades simultâneas. Os cursos práticos também são muito fortes nesse evento: em 2016 foram 38 cursos nas áreas de cirurgia, laser e cosmiatria.

A MCI Group recebeu o evento após várias edições consecutivas com outra empresa de PCO. Isso gerou à empresa o enorme desafio de não apenas alcançar, mas também de superar as expectativas do cliente. Foi nessa linha que a MCI trabalhou, atuando como assessoria completa de todo o evento e proporcionando um evento marcante não apenas à sociedade, mas também a todos os congressistas.

A MCI é uma empresa suíça com 60 escritórios em 31 países nos cinco continentes, que por meio de experiências presenciais, híbridas e digitais, ajuda empresas e associações a engajar e ativar estrategicamente seus públicos-alvo, construindo comunidades on-line e off-line, fortalecendo suas marcas e melhorando seus desempenhos perante todas as partes envolvidas. Por ano realiza mais de 5.100 projetos em todo o mundo.

No Brasil, a MCI está presente desde 2009 e desde 2013 começou suas aquisições de empresas nacionais para se tornar a maior empresa organizadora de eventos no Brasil e também o Professional Congress Organisation (PCO) com mais especializações por área. Possui escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, realizando mais de 100 eventos por ano.

Ficha Técnica do Congresso:
Título: XXVIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica
Marca fantasia: XXVIII CBCD
Nº participantes nacionais: 2.196 (500 da cidade do Rio de Janeiro e 1696 das demais cidades brasileiras)
Nº participantes internacionais: 43
Sexo: maioria é do sexo feminino (cerca de 1.300 pessoas)
Local: Centro de Convenções Sulamérica
Data: 20 a 23 de abril de 2016
Periodicidade: anual
Abrangência: nacional

Após diversos anos sendo realizado por uma mesma empresa de PCO, o XXVIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica 2016 passou a ser organizado pela MCI. Havia, portanto, um grande desafio em se estabelecer a confiança da sociedade no nosso trabalho, além de um compromisso da empresa em realizar um evento ainda melhor que os anteriores.

Diante desse cenário, a MCI trabalhou arduamente nesse evento, envolvendo uma equipe grandiosa para atender a demanda e propor novas ideias e soluções para fazer deste um evento memorável à comissão e também aos demais participantes.

Para tal, foi feita uma campanha de divulgação intensa, que contemplou os seguintes itens:

- Um website moderno com atualização constante de informações, troca periódica dos banners e postagem de conteúdo relevante que ficaram atrelados a um trabalho massivo na ferramenta Google Adwords e nas redes sociais mais badaladas do momento, Facebook e Instagram. Também teve versão adaptada para o celular.

-E-mail marketing: dermatologistas de todo o Brasil receberam as novidades do evento, avisos sobre prazos, novos palestrantes e muito mais, com mais de 100 disparos de e-mail marketing até a data do evento. Os e-mkt seguiram as normas anti-spam.

- Redes sociais: com uma média de 4 postagens semanais, o Facebook e o Instagram do congresso mantinha os participantes atualizados com postagens criativas e incentivo à utilização do hastag #sbcdrio2016.

- Material impresso: antes do evento foram enviadas duas revistas com programação e outras informações a todos os dermatologistas filiados à SBCD.

Outra ação de marketing bastante eficaz foi montar estandes em outros dois eventos da área: no Congresso Brasileiro de Dermatologia (SBCD) e no RADESP (SBCD – regional São Paulo). Nesses eventos, folhetos foram distribuídos aos congressistas para informá-los sobre o próximo congresso de Cirurgia Dermatológica e até mesmo inscrições já eram feitas no local, o que permitiu levar o número de inscritos meses antes do evento.

A abertura do XXVIII CBCD foi realizada no Auditório Principal do Centro de Convenções Sulamérica, onde foram feitas várias homenagens à diretoria da sociedade e pessoas de destaque da área de dermatologia. Como Mestre de Cerimônia, a sessão contou com a apresentadora da Globo News Chrisĕane Pelajo, grande nome do jornalismo brasileiro.

No dia anterior, 27 cursos teóricos no local do evento caracterizaram o Pré Congresso, acontecendo simultaneamente com outros 38 cursos práticos que aconteceram em outros dois hospitais da cidade. No que se refere ao cursos práticos, estavam divididos em:
- 12 cursos práticos cirúrgicos
- 13 cursos práticos de laser
- 13 cursos práticos de cosmiatria

Isso permitiu aos participantes se aprofundar em técnicas cirúrgicas e vivenciar na prática novas tecnologias, ampliando seus conhecimentos, já que este é o grande objetivo de um congresso.

Eventos e atividades paralelas:
O CBCD 2016 teve três dias de intensa atividade científica, com simpósios, fóruns, conferências e painéis de procedimentos em vídeo, abordando temas tradicionais, como também os controversos, valorizando a discussão entre todos os presentes. No total foram 70 atividades científicas, o que representa mais de 100 horas de atividades simultâneas. Apenas no quesito workshop foram 17 nos três dias de evento, realizados pelos patrocinadores.

Como atividade paralela, o evento contou com o “Painel de apresentação de casos do Departamento de Cirurgia Micrográfica”, que aconteceu no último dia de evento e estava dividido em três blocos. Foi um importante momento para se debater este relevante tema com maior profundidade.

Com relação aos trabalhos científicos, foram recebidos 186 trabalhos. Houve ainda um concurso de fotografia científica, onde foram recebidas 87 fotos com o tema “CIRURGIA DERMATOLÓGICA”, cujos dois primeiros colocados foram premiados em dinheiro.

Entidades promotoras, co-promotoras e apoiadoras:
O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e contou com o apoio da Sociedade Brasileira de Dermatologia, bem como suas regionais do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Nº de expositores e patrocinadores:
O evento contou com 60 patrocinadores e expositores dos mais renomados laboratórios médicos do país, conforme relação a seguir:

ABBVIE
ADVICE MASTER
ALLERGAN
ASSISTA PRODUÇÕES
BAYER
BIODERMA
BLEYMED
BTL
CHROMOGENEX
COSMEDICAL ONDERMA
CRISTÁLIA
CROMA-PHARMA (PRINCESS)
DERMADREAM
DERMAGE
DERMALIS
DI LIVROS
EMDUTOS
ESTHETICARE BEAUTY SOLUTIONS
EUCERIN
FOTONA
GALDERMA
GRUPO L’ORÉAL
GSK STIEFEL
HV
INDUSTRA
INNOVAPHARMA
J&J
KLD
LBT
LEO-PHARMA
LIBBS
LMG
M.T.O.
MANTECORP
MEDPRO
MEDSYSTEMS
MELORA
MERZ
NITROSPRAY
OP BAZAR
PIERRE FABRE
PROFUSE
RHOSSE
RICHTER
SKINMEDICAL
SKINTEC
STETIC LINE
THERASKIN
TOP CONSULT / DEKA LASER
TRANSMAI
UNDERSKIN
VALEANT
YOSHI MÓVEIS

O sucesso de patrocínio se deu por uma proposta de comercialização inovadora criada pela MCI, com diferentes itens incluídos no retorno ao patrocinador. Especialmente no que se refere à montagem de cotas personalizadas, com contrapartidas pensadas para cada empresa potencial patrocinadora, gerando valor agregado e maior retorno de investimento para as empresas. Um evento científico como este é financiado pelo patrocínio, por isso é vital que a empresa organizadora proponha uma aproximação personalizada para os potenciais patrocinadores.

Apesar do grande teor científico do evento, não menos importante são os eventos sociais, já que eles facilitam o networking dos congressistas e são um prazeroso momento de convivência. Por isso, em todos os dias do evento foi feita uma festa, havendo ainda grandes shows:

Dia 19/4 – Copacabana Palace: jantar do Conselho da SBCD
Dia 20/4 – Sheraton São Conrado: Jantar do Presidente com show do Tiago Abravanel
Dia 21/4 – Morro da Urca: festa com show dos Paralamas do Sucesso
Dia 22/4 – A grande festa de encerramento do Congresso no Pier Mauá ‐ Shows de Diogo Nogueira, Andy Summers (The Police), Rodrigo Santos (Barão Vermelho) e Bossa Cuca Nova.

Outro público cujas atenções não devem ser desprezadas são os acompanhantes, que muitas vezes são os grandes influenciadores para que o congressista participe do evento. Para eles, houve um passeio a Petrópolis, a Cidade Imperial, em que foi possível conhecer a Serra dos Órgãos, o Museu Imperial, a Casa de Santos Dumont e ainda visitar uma deliciosa fábrica de chocolate. Outra atividade para os acompanhantes foi a realização de atividades físicas na Praia de Copacabana com acompanhamento profissional.

Ao final, o resultado foi um Congresso grandioso em todos os sentidos: uma exposição grande e bonita, número de participantes que superou o público dos eventos anteriores, uma programação social diversificada e que agradou grande parte do público e uma organização precisa, que garantiu que tudo saísse bem e sem contratempos.

Galeria de imagens
Show Paralamas do Sucesso
Festa do Congresso
Festa do Congresso - Bondinho Pão de Açúcar
Palestra
Área da exposição
Área da exposição
Plenária
Curso Prático
Um brinde ao sucesso do evento
Curso Prático
         

 

Todos os palestrantes que não residiam no Rio de Janeiro ficaram hospedados no Hotel Sofitel Copacabana, onde além do conforto tiveram uma secretaria e media desk exclusivos. Isso facilitou o aproveitamento dos palestrantes no Congresso, pois podiam entregar suas apresentações no próprio hotel e evitar filas para retirar a credencial, tornando sua participação mais eficaz e cômoda. Além disso, houve shuttle entre o Centro de Convenções Sulamérica e todos os hotéis oficiais, outra maneira de facilitar a participação dos congressistas, já que os hotéis oficiais ficavam em sua grande parte na região de Copacabana e imediações, a uma distância não tão próxima do local do evento.

Outra inovação se deu no quesito credenciamento: de modo a facilitar para o participante e evitar filas no Centro de Convenções, no primeiro dia do Congresso o participante pôde optar por retirar sua credencial em um dos quatro pontos da cidade: no Centro de Convenções Sulamérica, Hotel Sofitel, Hospital Ordem Terceira do Carmo e Santa Casa da Misericórdia. Houve ainda a possibilidade de utilizar o crachá virtual, inovação que garantiu praticidade ao público.

Já no Centro de Convenções, telões de led atualizavam os participantes com informações do evento, dentre elas as próximas atividades a serem exibidas, principais palestras e as atividades de patrocinadores, tais como workshops. Isso ajudou o público a se organizar melhor, além e facilitar sua participação nas palestras de maior interesse e valorizar as atividades dos patrocinadores.

Na área de exposição, por sua vez, foi criada uma sala de aula aberta onde aconteciam as apresentações de trabalho científico, exposto a todos os participantes. Essa solução inovadora permitiu uma maior valorização dos trabalhos, já que em grande parte dos congressos eles ficam de maneira isolada e acabam sendo pouco vistos pelos participantes. Neste caso, no entanto, era inevitável que os participantes do evento, ao circularem pela área de exposição, paravam para assistir as apresentações dos temas de maior interesse.

Ainda na área de exposição, os principais expositores montaram um “spa” em uma área reservada, atração que foi bem disputada entre os congressistas para se relaxar durante longos dias de atividades científicas.

No quesito alimentação, foram montadas praças de Food Truck, onde os lanches foram patrocinados aos congressistas. Essa alternativa proporcionou um leque de opções gastronômicas, sendo bastante apreciado pelos participantes.

Outra ação inovadora foi um concurso de fotografia sobre Cirurgia Dermatológica, que gerou bastante engajamento do público: durante todos os dias de evento as 87 fotos que participaram da disputa foram expostas ao público, sendo o vencedor apresentado na sessão de encerramento.

Galeria de imagens
Foto congressistas do CBCD 2016
Plenária
Simpósio Satélite Galderma
Praça de Alimentação
Plenária
Área de exposição
Festa do Congresso
Credenciamento
   

 

Mesmo com diversas atividades sociais e inovação, o congresso teve o maior lucro em relação às edições anteriores. Houve ainda número de público 15% maior que a média esperada (2.000 participantes), o que influenciou no resultado positivo do evento. Além disso, 100% das vagas dos cursos práticos e teóricos foram vendidos, o que novamente demonstra o sucesso do evento.

A equipe comercial também agiu fortemente, gerando recorde de patrocínios não apenas para os estandes, mas também para outras atividades do evento, como alimentação, festas, dentre outras. Ao final, verificou-se também uma satisfação pessoal dos patrocinadores e expositores, que conseguiram evidenciar suas marcas entre os participantes e demonstrar os novos produtos e tecnologias da área dermatológica.

Quanto à ocupação hoteleira, o evento trouxe mais de 1.500 participantes que não residiam no Rio de Janeiro, e, portanto, movimentou a economia turística da cidade por uma média de 3 dias. Estima-se que pelo menos 500 empregos diretos e indiretos foram gerados na cidade devido à realização desse evento.

No que se refere à mídia espontânea, o evento teve uma forte assessoria de imprensa, com veiculação nas diversas mídias: revistas do trade, jornais, sites de notícia, rádios, e televisão. Como destaque, podemos citar os programas Bem Estar e Bom Dia Rio, ambos da Rede Globo e com relevante audiência.

A MCI, juntamente com a sociedade, também atuaram fortemente no quesito sustentabilidade, de modo a implementar ações que minimizassem o impacto ambiental do evento. Dentre as principais atividades para atingir tal feito estão a utilização de crachá virtual para o público que aderisse a essa tecnologia, medidas para redução do consumo de energia elétrica, comunicação do evento realizada quase que em sua totalidade de maneira online, e dessa forma propiciando uma redução de impressões.

No quesito responsabilidade social, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, em parceria com La Roche Posay e LEO PHARM, realizaram duas grandes campanhas na Praia de Copacabana e do Leme durante o Congresso. O objetivo da campanha foi alertar o público leigo sobre a importância da proteção solar, da prevenção do câncer da pele e conscientizar sobre a ceratose actínica. Tal ação, em que não apenas os congressistas, mas qualquer pessoa que estivesse passando pelo local pudesse ter acesso a esse conteúdo, foi uma belíssima maneira de auxiliar a redução dessa doença tão grave que a cada ano atinge mais vítimas em todo o mundo. Durante todos os dias foi observado uma ação intensa dos profissionais que estavam nesta campanha, tendo atraído centenas de pessoas.

Diante de tudo o que foi exposto, verifica-se que o evento foi um grande sucesso em todos os sentidos, uma vez que teve uma intensa grade de atividades científicas e sociais, uma beleza deslumbrante, obteve o maior lucro dentre as edições já realizadas e ainda garantiu imensa satisfação a todos os staleholders envolvidos: congressistas, sociedades, patrocinadores, fornecedores e trabalhadores que fizeram parte do evento.

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube