Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 19ª Edição

Case: RIO MATSURI
Candidato: Tasa Eventos
Cliente: GL events
Segmento: Eventos
Estado: RJ
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
Rio Matsuri Japan Festival

O RIO MATSURI JAPAN FESTIVAL é um Festival de Cultura Japonesa, realizado em parceria entre a Tasa Eventos e GL events e foi idealizado para comemorar os 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil.

O Brasil tem a maior comunidade japonesa fora do Japão, são aproximadamente 1,8 milhão de nikkeis (japoneses e descendentes).

A GL events é uma empresa multinacional francesa com sede em Lion e está presente em mais de 20 países.
A operação brasileira da GL events atua na gestão de espaços: Riocentro Convention & Event Center, São Paulo Expo Exhibition & Convention Center e Jeunesse Arena.

A Tasa Eventos é uma empresa especializada em criação, organização e planejamento de eventos de cultura japonesa e têm em seu portfolio o Festival Nipo Brasileiro de Maringá-PR (evento vencedor de 5 Jacarés de Ouro do Prêmio Caio) e o Costão Matsuri, evento temático de cultura japonesa do Costão do Santinho Resort & Spa (Florianópolis-SC), um dos mais tradicionais eventos do resort.

O objetivo do Rio Matsuri é proporcionar aos visitantes uma verdadeira imersão na cultura japonesa e fazer parte do calendário de eventos culturais da cidade do Rio de Janeiro.

Pela primeira vez, o Rio de Janeiro recebeu um Festival de Cultura Japonesa de grande porte como acontecem em diversas cidades do país, principalmente nos Estados de São Paulo e Paraná.

O evento recebeu aproximadamente 35 mil visitantes, cariocas e turistas que tiveram a oportunidade de vivenciar as tradições milenares e a cultura pop japonesa.

Foram 03 dias em que o público teve a oportunidade de conhecer e participar ativamente de atividades gratuitas típicas como Workshops de Origami, Kirigami, Oshibana e de Mangá, ministrado pelo mestre brasileiro dos mangás Fabio Shin, oficinas de culinária japonesa, oferecida pelo Chef Shin Koike, designado Embaixador da Difusão da Culinária Japonesa no Brasil pelo Governo Japonês.

Os visitantes assistiram a várias atrações: shows musicais, danças folclóricas, Bon Odori, Taikô (tambores japoneses), Exposições de Bonsais, Ikebana, Cerimônia do Chá, palestras com Eduardo Miranda, pai dos animes no Brasil, Rod Rossi, cantor oficial das versões nacionais de Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball.
A gastronomia japonesa foi uma das principais atrações do Rio Matsuri.

Ficha técnica do evento:
Título: Rio Matsuri Japan Festival
Número de participantes: 35 mil visitantes
Local: Riocentro Exhibition & Convention Center
Data: 09 a 11 de março de 2018
Periodicidade: Anual

Galeria de imagens
Grupo Saikyou Yosakoi Soran
Grupo Wakadaiko
Exposição de Ningyo - Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro
Cerimônia do Kagami Wari
Expositores da área comercial
Exposição Mundo da Hello Kitty
Palco principal
Exposição de Bonsai
Cantora Pamela Yuri
 

 

Vídeo


O Rio Matsuri Japan Festival é um dos eventos oficiais de comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil do Estado do Rio de Janeiro.

Para celebrar essa data tão especial para a comunidade nipo-brasileira, o Pavilhão 4 do Riocentro se transformou na terra do Sol Nascente, os 22 mil m2 do maior pavilhão do Riocentro foram decorados com enfeites tipicamente japoneses como tanabatas e chouchins (luminárias) e um tori (tradicional portal japonês) foi instalado na entrada do pavilhão.

Grandes atrações se apresentaram no palco principal do Festival:
- Shows musicais com os maiores cantores nikkeis do Brasil:Joe Hirata, Karen Ito, Susana Sano, Pamela Yuri;
- Grupo Saikyou Yosakoi Soran (Maringá-PR), grupo bi-campeão do Festival de Dança de Joinville na categoria Danças Populares;
- Taikô (tambores japoneses) com o Grupo Wakadaiko.

A cultura pop japonesa também fez parte da programação, com um público jovem, ativo e engajado, os vistantes aderiram à cultura Geek:
- Show musical com Rod Rossi, cantor oficial das versões nacionais de Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco;
- Performance de Cosplayers profissionais;
- Concurso Desfile Akiba Cosplay Rio;
- Palestra com Eduardo Miranda, o pai dos animes no Brasil. Ele falou sobre seu trabalho como Diretor da extinta Rede Manchete e como foi todo o processo envolvido na exibição e desenvolvimento dos grandes clássicos de animes na TV Brasileira.

A área reservada a workshops do Rio Matsuri fez muito sucesso entre os visitantes de todas as faixas etárias que puderam interagir com as atividades gratuitas de mangá, origami, kirigami, oshibana e pixel art.

Quando o assunto é gastronomia, os japoneses são mestres. Para representar os especialistas, o chef Shin Koike, do restaurante Shin, ministrou palestra e workshop sobre culinária japonesa. Shin é Embaixador da Difusão de Culinária Japonesa, título dado pelo Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca do Japão.

Outro especialista que marcou presença no evento foi o sommelier de saquê, Celso Ishiy que fez palestra com o tema “Saquê – O Nectar dos Deuses”.

O evento contou com uma área comercial dedicada a quem desejasse comprar produtos típicos japoneses com variados expositores que trouxeram materiais exclusivos do Japão e sua cultura. A exposição de tais produtos, que não são encontrados com facilidade no Rio de Janeiro, foi essencial para os visitantes que queriam levar um pouco da cultura nipônica para casa.

Na parte esportiva, o evento contou com apresentações de Judô, Karatê a Aikidô, de diversas academias. O judô proporcionou uma imersão na filosofia da arte marcial japonesa mais disseminada no mundo. Além disso, o beisebol, um dos esportes mais populares no Japão, teve um espaço comandado pela Little League Brasil. ALLB ensinou aos visitantes os fundamentos básicos do esporte com aulas práticas de arremesso e rebatidas.

O ex-jogador Zico, grande ídolo dos japoneses, também participou do evento com um stand onde apresentou sua carreira de enorme sucesso como jogador e técnico durante seus 15 anos no Japão.

Na área reservada a exposições culturais, o Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro levou para o evento uma exposição com objetos representando todas as províncias japonesas e a Fundação Japão de São Paulo apresentou a exposição de fotografias “Patrimônios Mundiais do Japão”. A tradição milenar da Cerimônia do Chá esteve a cargo do Centro de Chadô Uresenke do Brasil (de São Paulo), muitos visitantes assistiram e participaram pela primeira vez da cerimônia.

A gastronomia japonesa foi uma das principais atrações do Rio Matsuri.
Mais de 30 mil refeições foram servidas na praça de alimentação de 1.500 lugares. Restaurantes típicos e renomados, incluindo o do chef Shin Koike, com preços e pratos preparados especialmente para o evento.

Galeria de imagens
Grupo Wakadaiko
Cerimônia do Chá
Expositora - Komê Almofadas
Cosplayers
Apresentação de Aikidô
Área de Descanso - Tatami
Expositores da área comercial
Tori
Praça de alimentação
 

 

A programação de atividades do Rio Matsuri Japan Festival foi planejada para proporcionar aos visitantes uma verdadeira imersão na cultura japonesa através dos workshops interativos, apresentações artísticas, exposições culturais, cerimônia do chá, gastronomia japonesa e o Bon Odori, tradicional dança em reverência aos antepassados onde os visitantes dançaram ao redor do yagurá acompanhando as senhoras de kimono que conduziram as coreografias ao som de músicas do folclore japonês.

Para a realização do evento, foram contratados os melhores prestadores de serviços do Rio de Janeiro: montadora de stands, comunicação visual, produtora de vídeo, sonorização, iluminação, seguranças, assessoria de imprensa etc, a maioria empresas fornecedoras oficiais do Riocentro e filiadas ao Rio Convention & Visitors Bureau.

Por se tratar de uma primeira edição, foi um grande desafio a prospecção e captação de patrocínio para o evento. Uma das estratégias adotadas na captação de patrocínio foi oferecer além das contrapartidas tradicionais (assinatura em mídia de rádio, outdoor, impressos etc), cotas personalizadas com contrapartidas diferenciadas. Foi o caso do patrocinador KUMON, que possui 100 unidades franqueados no Rio e aproximadamente 15 mil crianças como alunos. Oferecemos para a empresa o naming rights do espaço dedicado a atividades infantis tradicionais, ESPAÇO KUMON.
Com outro patrocinador, a Sakura, tradicional marca de molho shoyu, foi oferecido a exclusividade do produto na praça de alimentação.

A espaço da Mangateca recebeu o naming rights da Editora JBC que disponibilizou milhares de títulos de mangá, onde os visitantes puderam folhear livremente os livros e revistas de mangá no confortável lounge mobiliado com poltronas e diversos puffs. Após o evento, fizemos a doação dos milhares de mangás para a Associação Nagai, tradicional academia de judô que desenvolve trabalho social com jovens das comunidades do Complexo do Alemão e de Del Castilho.

As postagens do Rio Matsuri no facebook do Riocentro indicavam que o público carioca estava carente de um Festival de Cultura Japonesa. Nas primeiras postagens impulsionadas do evento em pouco tempo atingiram o número de 200 mil visualizações e milhares de comentários.

O lançamento do Rio Matsuri Japan Festival foi realizado no Sofitel Ipanema no dia 20 de fevereiro com coquetel, uma experiência com a alta gastronomia japonesa, promovida pelo chef Shin Koike, designado Embaixador da Difusão da Culinária Japonesa pelo Governo Japonês. Compareceram ao lançamento, o Cônsul Geral do Japão no Rio de Janeiro, Sr Yoshitaka Hoshino, presidentes das entidades japonesas no Rio, o ex-jogador Zico, patrocinadores e apoiadores. O local foi escolhido para facilitar a ida da imprensa que compareceu em bom número e gerou mídia espontânea do evento.

Além das redes sociais, o evento teve grande divulgação em mídias urbanas, galhardetes, busdoor, outdoors, na Rádio SulAmérica Paradiso FM, e distribuição de flyers dirigida nos condomínios da Barra da Tijuca.

Galeria de imagens
Zico
Grupo Wakadaiko
Grupo Saikyou Yosakoi Soran
Mídia urbana
Pavilhão 4 - Riocentro
Mídia urbana
Beiseball
Evento de lançamento, Cônsul Geral do Japão no Rio, Hoshino e Zico
Sinalização - Riocentro
 

 

O resultado muito positivo foi a presença de público bem acima da expectativa de 20 mil visitantes para a primeira edição, o Rio Matsuri Japan Festival recebeu 35 mil visitantes durante os 3 dias de realização, a maioria deles participaram pela primeira vez de um Festival de Cultura Japonesa de grande porte.

A maioria dos expositores da área comercial vieram de São Paulo e ficaram muito satisfeitos com o volume de vendas, vários deles venderam todo o estoque no segundo dia do evento. O resultado foi a renovação de 100% dos contratos de stands e muitos solicitando área maior para 2019.

O evento teve mídia espontânea nos diversos veículos de comunicação, muitas delas ao vivo em rede nacional, como o programa Encontro com Fátima Bernardes da Rede Globo, Programa Estudio i (7 min ao vivo) da Globo News, matérias em programas de jornalismo da TV Record e TV BAND, entrevista ao vivo na Rádio Band News, matéria de 1 página na Revista Veja Rio, Revista Isto É, matéria de capa do caderno Diversão do Jornal Extra, matéria no caderno Rio Show do jornal O Globo, além de matérias em emissoras de TV locais e em diversas páginas da internet .

Ao todo, o Rio Matsuri Japan Festival teve retorno de mídia valorado em R$ 4.473.596,00 (quatro milhões quatrocentos e setenta e três mil quinhentos e noventa e seis reais) de mídia espontânea, 69 matérias, 12 citações a porta-vozes e 100% do noticiário foi positivo para a imagem do evento.

O Rio Matsuri é um dos eventos selecionados pelo MINC – Ministério da Cultura do Programa Rio de Janeiro a Janeiro, parceria entre o Governos Federal, a Prefeitura do Rio e o Governo do Estado.
O programa Rio de Janeiro a Janeiro visa contribuir para a revitalização econômica do estado por meio do apoio à realização de eventos capazes de atrair investimentos e turistas.
Os eventos foram avaliados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), contratada pelo MinC. Foram levados em consideração cinco critérios: potencial de impacto no turismo, na geração de renda e emprego, na atração de investimento e na inclusão social; e o potencial de expansão e de continuidade.



 
 

Galeria de imagens
Programa Encontro com Fátima Bernardes
Pavilhão 4 - Riocentro
Rio Show - O Globo
Jornal Extra
TV Band
Revista Veja Rio
Programa Estudio i - Globonews
Show musical
Cosplayer
 

 

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube